segunda-feira, 27 de junho de 2011

NOS TEMPOS DE CONAN, O BÁRBARO

                         Capa de CONAN EM CORES n. 5, Dezembro de 1989. Todas as hqs colorizadas no Brasil.

O título A ESPADA SELVAGEM DE CONAN, foi um dos maiores sucessos da extinta EDITORA ABRIL JOVEM, nas décadas de 1980 e 1990.  A criação máxima de Robert E. Howard, chegou ao  Brasil em 1984 em uma revista mensal, formatão, trazendo histórias em preto e branco publicadas originalmente na revista SAVAGE SWORD OF CONAN, lançada nos EUA em 1974. Devido ao sucesso, o personagem se desdobrou em vários títulos, e um deles, foi CONAN EM CORES. A ideia era apresentar hqs especiais de CONAN totalmente coloridas. Devido a falta de material, algumas hqs foram colorizadas por aqui, e foi aí que surgiu a oportunidade de trabalhar com um dos meus personagens preferidos. No número 5, é publicada a premiada SAGA DO CERCO DE MAKALET, escrita por Roy Thomas e desenhada por Barry Windsor-Smith. A primeira hq, FALCÕES DO MAR, tem cores de Sérgio Furlani, que era um dos chefes de arte da época na Abril Jovem. A segunda, A VINGANÇA DO CÃO NEGRO, foi colorizada por Flávio de Barros. A terceira foi feita por mim. Chama-se o MONSTRO DOS MONÓLITOS. Pintada á mão, com ecoline (aquarela líquida) sobre um papel canson, com a história impressa em azul (chamávamos cianográfica), para depois soprepor o filme do preto.Outro colorista bastante atuante nessa série era Noriatsu Yoshikawa.
 Esse número 5, já anunciava na última página que seria publicada na próxima edição, uma das hqs mais esperadas pelos leitores: A RESSURREIÇÃO DE BÊLIT. Nela, um feiticeiro promete a CONAN trazer de volta à vida, sua amada Bêlit, a "Rainha da Costa Negra". Mas para isso a guerreira Sonja tem que morrer. Uma grande história, escrita por Roy Thomas e ilustrada por dois grandes artistas: John Buscema e Ernie Chan. Eu tive um enorme prazer em também fazer as cores para essa edição, que também tinha uma outra história, A FARSA, com cores novamente do grande Sérgio Furlani. 

Primeira página de A RESSUREIÇÃO DE BÊLIT. (maio, 1990)

Esta é uma amostra do canson (com impressão em azul), onde o colorista aplicava as cores com pincel. Reparem no rodapé, o carimbo como referência para a gráfica.
                                                          Mesma página, agora impressa.

CONAN EM CORES, teve 13 números, publicando somente histórias especiais de um dos maiores personagens das hqs, imortalizado no cinema pelo ator Arnold Schwarzenegger  e publicado em vários outros títulos como CONAN REI, CONAN, O BÁRBARO e que infelizmente saiu de nossas bancas a pouco tempo. Esperamos que volte em breve, mas enquanto isso, os sebos fazem a alegria dos fãs, mantendo em estoque muitas edições do nosso valoroso cimério.

Nenhum comentário:

Postar um comentário